Anticorpos Contra Coronavírus

Saiba se você já teve contato com o Coronavírus.
Realize o exame de SOROLOGIA PARA COVID-19 (IGM/IGG) – CLIA

Prazo de entrega: 3 a 6 dias
Saiba se você já teve contato com o Coronavírus.
Este exame DETECTA E QUANTIFICA os anticorpos antivirais IgM/IgG nas amostras de soro do paciente.
Não é um teste rápido.
Este exame é feito através de equipamento automatizado que utiliza a metodologia Quimioluminescência.

Instruções de preparo

  • Exame de sangue.
  • Não necessita de jejum.
  • A amostra clínica deverá ser coletada preferencialmente APÓS o 8° dia de início dos sintomas.
  • Obrigatório documento de identificação com foto.
  • Não necessita de requisição médica.
covid19

Para realizar o exame basta comparecer a uma de nossas unidades:

Ver unidades

SOROLOGIA PARA COVID-19 (IGM/IGG) – CLIA

São testes imunológicos capazes de detectar os níveis de anticorpos IgM e IgG em amostra de sangue venoso do paciente, por imunoensaio automatizado em metodologia de Quimioluminescência, que APRESENTA MAIOR SENSIBILIDADE QUANDO COMPARADO A UM TESTE RÁPIDO. Como o organismo só começa a produzir anticorpos após a infecção já estar instalada, os anticorpos da classe IgM, de fase aguda de infecção, possuem maior sensibilidade após o 7º dia de início dos sintomas. Ressaltamos que a sorologia apresenta baixo valor preditivo negativo e por isso, um resultado negativo não exclui a presença da doença. A presença de anticorpos da classe IgG para definição da imunidade adquirida ocorre com melhor sensibilidade após o 15º dia de início dos sintomas.

Anticorpos são proteínas produzidas como resposta imunológica pelo organismo para sua defesa. Estas proteínas são denominadas de imunoglobulinas e existem dois principais tipos que são a fração M (IgM) e a G (IgG).

tipos_coronavirus

A produção destas imunoglobulinas atinge valores detectáveis, pelos testes laboratoriais, após alguns dias depois da infecção, primeiro a IgM e depois a IgG. Este tempo entre a infecção e o aparecimento da IgM e da IgG é chamada janela imunológica.

Após a infecção, segundo a literatura disponível no momento, a janela é de 7 dias para a IgM e de 14 dias para a IgG.
Após a manifestação dos sintomas, geralmente a IgM é detectável após alguns dias e a IgG em torno de 10 dias.
Ainda não existe consenso sobre estes tempos de aparecimento dos anticorpos.

EM DECORRÊNCIA DESTE COMPORTAMENTO IMUNOLÓGICO:

IgM REAGENTE pode indicar que:
O indivíduo está com uma infecção recente.

IgM NÃO REAGENTE pode indicar que:
O indivíduo não foi infectado pelo vírus;
O indivíduo foi infectado, mas ainda não tem anticorpos detectáveis pelos testes laboratoriais (Não reatividade momentânea);
O resultado é um falso não reagente devido a limitação tecnológica do teste.

IgG REAGENTE pode indicar que:
O indivíduo não tem mais a infecção;
O indivíduo está, provavelmente, imune.

IgG NÃO REAGENTE pode indicar que:
O indivíduo não foi infectado pelo vírus;
O indivíduo teve recentemente a infecção e, provavelmente, esse anticorpo ainda não está presente;
O resultado é um falso não reagente devido a limitação tecnológica do teste.

OBSERVAÇÕES:

Alguns indivíduos com o teste RT-PCR POSITIVO levarão mais tempo para tornarem-se REAGENTES para IgM e IgG.
Portanto, em caso de inexistência desses anticorpos, é recomendado a repetição do teste num espaço não inferior a 2 semanas.
A combinação de teste de RT-PCR e pesquisa de anticorpos é fundamental em estados mais tardios da doença para aumentar a capacidade do diagnóstico laboratorial.

Fontes:

http://www.sbac.org.br/blog/2020/04/08/notas-explicativas/
https://alvaroapoio.com.br

Diego da Silva Faustino – Farmacêutico – Diretor Técnico – CRF/RS: 10062

whatsapp
Fale com um atendente!
Fale com um atendente!