seta.png

Precisa de Atendimento?

Os riscos de uma má alimentação



De acordo com sociedade brasileira de cardiologia (SBC) os níveis de colesterol e triglicerídeos alto atingem cerca de quatro em dez brasileiros adultos. Isso significa cerca de 60 milhões de pessoas ou 40% da população.

Na publicação de hoje iremos explicar sobre o soro lipêmico e a relação dele com os altos níveis de gordura no sangue.

O soro lipêmico é a aparência leitosa de uma amostra devido a alta concentração de gordura no sangue. Essa alteração geralmente é causada pela alimentação rica em gorduras e pobre em fibras, porém é importante estar atento a outras possíveis causas como, diabetes do tipo 2, hipotireoidismo, síndrome metabólica, pancreatite e sedentarismo. Quando os níveis de gordura no sangue está elevado, as consequências para a saúde podem ser graves, como o aumento do risco de acidente vascular cerebral (AVC), endurecimento das paredes arteriais e desenvolvimento de doenças cardíacas. Para reduzir os níveis de gordura no sangue e minimizar possíveis complicações, deve ser realizado o tratamento recomendado pelo médico, que poderá indicar uma dieta mais saudável, início de atividades físicas e em casos específicos, o tratamento com medicações. Para saber os níveis de gordura no sangue, o médico poderá solicitar os exames conhecidos como lipidograma, em que são observados os valores de Colesterol, Triglicerídeos, HDL, VLDL, LDL (Sociedade Brasileira de Cardiologia, 2021).


Resultados dos exames:

Amostra 1:

Colesterol total: 170 mg/dL

Triglicerídeos: 150 mg/dL

HDL: 50 mg/dL


Amostra 2:

Colesterol: 540 mg/dL

Triglicerídeos: 4.130 mg/dL

HDL: 25 mg/dL


Valores de referência:

Colesterol total:

2 a 19 anos: Inferior a 170mg/dL

Superior a 19 anos: Inferior a 190 mg/dL


Triglicerídeos:

0-9 anos: Com jejum: Inferior a 75 mg/dL

Sem jejum: Inferior a 85 mg/dL

9-19 anos: Com jejum: Inferior a 90 mg/dL

Sem jejum: Inferior a 100 mg/dL

Superior a 19 anos: Com jejum: Inferior a 150 mg/dL

Sem jejum: Inferior a 175 mg/dL


HDL

2 a 19 anos: Superior a 45 mg/dL

Superior a 19 anos: Superior a 40 mg/dL



Faça acompanhamento periódico e cuide da sua saúde!


Laura Pinto Oliveira - Coordenadora técnica / Biomédica CRBM5: 4148